domingo, 11 de Julho de 2010

Telefone

Telégrafo

O telégrafo é um dispositivo telecomunicação para a distância de transmissão de sinal. Os mais utilizados ao longo dos anos tem sido o telégrafo eléctrico. Mas também têm sido utilizados telégrafo óptico de diferentes formas e funcional.

Telégrafo

Em 06 De Maio de 1833, Gauss matemático, astrónomo e físico, em colaboração com outro físico alemão, Weber instalou uma linha telegráfica de 1000 metros acima dos telhados de Göttingen (Village, onde trabalhou), que liga a universidade com o observatório. Este dispositivo foi inventado por Finley Breese Morse Samuel, E.U., em 1840. No começo eu não tinha o código para se comunicar, mas logo criou um alfabeto baseado na amplitude dos sinais dando-lhe uma capacidade real de comunicar a sua invenção.

Em Figura 1 após muito esquemática representam os elementos das duas estações.

Toda a operação é a seguinte:

Quando a estação emissora fecha o interruptor (punho) executa uma corrente através do circuito seguinte: pólo positivo, linha, electroíman, Terra, menos, Que tem o efeito, disparou o electroíman é atraída por um metal terminou numa prensa de furar uma tira de papel, que viaja através de roletes, movido por um relógio, em um cilindro de tinta, de modo que a duração de pressionar o interruptor, resultará na impressão de um ponto ou uma linha na tira.

A combinação de pontos e traços podem ser traduzidas em letras utilizando um código de acordo, na prática, o mais amplamente utilizado por muitos anos tem sido o Código Morse.

Outras melhorias e transmissores de dispositivos emissores têm permitido a transmissão de mensagens com mais rapidez, sem ter de recorrer à tradução do código manual, bem como a transmissão simultânea de mais de uma transmissão na mesma linha.

Um desses dispositivos avançados é o telégrafo teleimpressor, As formas mais modernas deste aparelho é fabricado com um monitor ou tela ao invés de uma impressora. O sistema ainda é utilizado por pessoas sérias que são surdos ou deficientes auditivos, para digitar ou anotar as comunicações do telefone.

Telefone

O telefone é um dos dispositivos de telecomunicações desenhados para transmitir sons por meio de sinais eléctricos nas vias telefónicas. É definido como um aparelho eletroacústico que permite a transformação, no ponto transmissor, de energia acústica em energia eléctrica e, no ponto receptor, teremos a transformação da energia eléctrica em acústica, permitindo desta forma a troca de informações (falada e ouvida) entre dois ou mais assinantes. É lógico que, para haver êxito nessa comunicação, os aparelhos necessitam estar ligados a vários equipamentos, que formam uma central telefónica.

Telefone fixo

O telefone fixo, ou simplesmente telefone, é assim designado pelas empresas operadoras dos sistemas de telecomunicações para o sistema tradicional de telefonia, chamado de telefonia fixa, composto basicamente de cabos telefónicos metálicos e fibras ópticas, em contrapartida daquele sistema denominado de telefonia celular. Nesse último, a comunicação entre a central (telefónica) de comutação celular e a estação móvel (telefone celular ou telemóvel), se dá através de frequências de rádio. Consequentemente, existe uma diferenciação entre os dois sistemas pelo tipo da rede de acesso.

Os Telemóveis

Poucas Invenções experimentaram uma difusão tão explosiva como o telemóvel. Em menos de duas décadas, o aparelho tornou-se popular em todo o mundo. É um instrumento imprescindível para os habitantes dos países desenvolvidos e em vias de desenvolvimento, que contam com uma infra-estrutura adequada para a expansão da tecnologia. As versões mais modernas de telefones móveis, além de pequenas, leves e ergonómicas, são verdadeiras estações de trabalho que reúnem diversos recursos, como acesso à Internet, correio electrónico, música, câmara fotográfica e vídeo.

A comunicação

As operadoras de telemóveis dividem o espaço num sistema de células. Cada uma possui uma antena que detecta a presença de determinado telemóvel na sua área de alcance e o identifica através de um código único de cada aparelho.

1. A chamada

Ao marcar um número no telefone, a antena local identifica quem faz a chamada e quem a recebe. Envia a informação à central, que, por sua vez, completa a ligação.

2. A central

A central tem uma base de dados com todos os telemóveis ligados e as células nas quais se encontram localizados. Estabelece a posição do telemóvel que recebe a chamada e envia a informação para a célula correspondente.

3. A ligação

A antena local estabelece ligação com o telemóvel solicitado

Em movimento

As células detectam a deslocação dos telemóveis à medida que o sinal diminui numa antena e se torna mais forte noutra. Isto permite que a comunicação seja estabelecida mesmo com o utilizador em movimento e a alta velocidade.

Quando um telemóvel se afasta da zona de cobertura da sua operadora de comunicações móveis, o serviço pode ser prestado por outra operadora. O telefone funciona então em modo de roaming.

Ligação Internacional

Tal como nas comunicações fixas, as chamadas internacionais são realizadas com o auxílio dos satélites de comunicação.

A evolução do telemóvel

Desde o aparecimento do primeiro telefone no mercado, em 1983, os telemóveis diminuíram drasticamente as suas dimensões, ao mesmo tempo que incorporaram dezenas de funções, como a ligação à Internet, a possibilidade de tirar fotografias, de manter uma vídeo-conferência e de ouvir música, entre muitos outros recursos.

780 Gramas

É o peso do primeiro telemóvel lançado no mercado, a Motorola DynaTac 8000X. Os modelos mais modernos pesam menos de 50 gramas.

História

Há muita polémica sobre a invenção do telefone, que geralmente tem sido atribuída a Alexander Graham Bell.

Entretanto, como reconheceu o Congresso dos Estados Unidos através da resolução 269, de 15 de Junho de 2002, o aparelho foi inventado por volta de 1860 pelo italiano Antonio Meucci, que o chamou telettrofono. A primeira demonstração pública da invenção de Meucci teve lugar em 1860, e teve sua descrição publicada num jornal de língua italiana de Nova Iorque. Meucci criou o telefone com a necessidade de comunicar-se com sua esposa, esta era doente e por isso ficava de cama no seu quarto no andar superior. O laboratório de Meucci ficava no térreo, assim ele não tinha condições cuidar da esposa e trabalhar ao mesmo tempo, daí ele inventou o telefone, a fim de que se sua esposa precisasse dele não tivesse que gritar ou sair de seu leito. Os primeiros telefones no Brasil foram instalados no Rio de Janeiro. Em 1883 a cidade contava com 5 centrais telefónicas, cada uma com capacidade para 1000 linhas, e também funcionava a primeira linha interurbana, ligando o Rio a Petrópolis.

Campinas foi a terceira cidade do mundo a ter uma linha telefónica (logo após Chicago e o Rio de Janeiro).

No Rio Grande do Sul o serviço telefónico foi instalado em 1885, em Pelotas, com a União Telefónica.

A primeira empresa brasileira foi a Brazilian Telephone Co., que depois de passar por diversos proprietários, foi incorporada, em Junho de 1889, à Brasilianische Elektrizitäts Gesellschaft, com sede em Berlim, que ganhou uma concessão de 30 anos.

Em 1906, um incêndio destruiu a central telefónica na Praça Tiradentes (Rio de Janeiro), deixando a cidade sem telefone por 7 meses.

Em Portugal

Em Portugal as primeiras experiências de telefone iniciaram-se em 24 de Novembro de 1877, ligando Carcavelos à Central do Cabo em Lisboa.

A primeira rede telefónica pública foi inaugurada em Lisboa a 26 de Abril de 1882 pela Edison Gower Bell Telephone Company of Europe Ltd que tinha a concessão atribuída desde 13 de Janeiro de 1882. A concessão foi transferida para a The Anglo Portuguese Telephone Company (APT) em 1887 que a manteve até 1968.

O primeiro serviço de telefone automático foi inaugurado em Portugal em 1930 e em 25 de Setembro de 1937 a APT inaugurou a primeira estação automática na Estrela em Lisboa. Nesse ano a rede da APT tinha 48 000 assinantes.

Tipos


Há categorias distintas de aparelhos telefónicos, dependendo da tecnologia utilizada.

§ O telefone analógico transporta apenas transmissões de voz e frequências de sinalização.

§ O telefone sem fio utiliza radiofrequências de curto alcance para transmissão da voz para uma base que faz a conversão para o meio analógico ou digital.

§ O telefone digital acrescenta uma camada para a transmissão de dados A camada de dados permite o tráfego de informações sobre a ligação em curso ou enviar informações para interagir com um Pabx, por exemplo.

§ O telefone "voip" utiliza o protocolo TCP/IP e conexões da Internet para transmissão e recepção de voz e dados digitalizados (transformados em pacotes de dados). Telefones analógicos também podem utilizar a tecnologia Voip, desde que o Pabx a que estão conectados tenha gateways (conversores voz/ip) apropriados.

§ O telefone celular ou telemóvel

§ O telefone público

§ O telefone de lata também é muito utilizado por crianças encantadas com o poder da ciência simples. Duas latas unidas por um barbante permite a comunicação à distância, transmitindo as ondas da voz pela vibração do barbante.

Tecnologia

Os primeiros telefones eram conectados a uma central manual, operada por uma telefonista. O Usuário tinha que girar uma manivela para gerar a "corrente de toque" e chamar a telefonista que atendia e, através da solicitação do usuário, comutava os pontos manualmente através das "pegas". Assim um assinante era conectado ao outro. Com o surgimento das centrais automáticas os telefones passaram a ser providos de "discos" para envio da sinalização. Estes discos geravam a sinalização decidida, que consiste de uma série de pulsos (de 1 a 10). Esta tecnologia prevaleceu até o final da década de 1960 quando começaram a surgir os telefones com teclado electrónico. Os telefones com teclado facilitavam a "discagem", pois demorava menos para teclar um número. Foram desenvolvidos teclados que enviavam os pulsos de sinalização decidida conforme a tecla deprimida (carregada). Posteriormente com o advento da sinalização DTMF o envio de sinalização ficou ainda mais rápido.

Actualmente vem crescendo o uso da telefonia pela internet, usando VoIP (Voz sobre IP, do inglês Voice over IP) e Voz sobre Frame Relay. Há muitos programas que usam esta tecnologia, entre os quais pode-se destacar o Skype, que tem sido muito bem sucedido na missão de usar a internet como meio de transmissão de voz. Com a disseminação da telefonia pela internet começaram a ser fabricados os ATAs - Adaptadores para telefones analógicos, dispositivos que permitem a conexão de um telefone convencional à internet. O telefone foi evoluindo com o passar das décadas e hoje temos até mesmo os telefones sem fio.


Fontes